Como o seu carro será reabastecido no futuro


02 mar 2016

Imagine um mundo onde não existirão mais postos de combustíveis. Um mundo onde os carros interagem com o ambiente e com as pessoas. Um mundo onde tudo está conectado e a sociedade está preocupada que haja zero de emissões.

Nos últimos doze meses, a Nissan e Foster + Partners estiveram trabalhando juntas para desafiar as convenções e oferecer uma visão futurista de como os postos de abastecimento irão se adaptar a esses ambientes urbanos e a um mundo com rápidas mudanças.

Ontem, em Genebra, na 86ª International Motor Show, eles revelaram um conceito visionário de Estação de Reabastecimento, totalmente conectado com o futuro da mobilidade e com a Internet das Coisas.

Nesse conceito, os postos de reabastecimento podem ser uma casa, uma rua, uma cidade, e até mesmo um carro – mas, ironicamente, não é um posto de combustível, tal qual conhecemos hoje!

nissan e foster partners 1

Carros poderão ser recarregados utilizando a energia renovável das casas, dos edifícios e das pessoas, ou poderão gerar energia de volta para as casas e edifícios. (Crédito: Nissan e Foster + Partners)

 

A visão da Nissan e da Foster + Partners baseia-se na crença de que o futuro dos veículos é a eletricidade. As tecnologias combinam-se para mudar não só a forma como os carros são abastecidos, mas como a energia é utilizada e distribuída nas cidades.

Eles reconhecem que a infraestrutura de reabastecimento do futuro representa a oportunidade perfeita para integrar e interagir com os ambientes locais de uma forma inovadora – potencialmente fornecendo energia para as comunidades.

Isso é relevante, pois sabemos que a necessidade de uma rede de abastecimento sustentável e inovadora torna-se vital à medida que o mercado muda para fontes alternativas, como a energia elétrica. Segundo os últimos dados do Banco Mundial, hoje, mais de metade (54%) da população mundial vive em cidades e, em 2050, 7 em cada 10 pessoas viverão em áreas urbanas. Por isso é imperativo que a infraestrutura existente apóie este crescimento.

nissan e foster partners 3

Os carros poderão ser levados para os escritórios e serem usados para alimentá-los de energia.  (Crédito: Nissan e Foster + Partners)

 

A transição para os veículos eléctricos (EVs) já começa a criar a necessidade de uma nova rede de reabastecimento. Essa rede, diz o co-head de design da Foster + Partners, David Nelson, deve ser sustentável, inovadora e fazer bem mais do que simplesmente reabastecer os carros.

“Integrar as tecnologias de emissões zero dentro desse ambiente é vital para a criação de cidades mais inteligentes e sustentáveis. Esse compromisso deve ir muito além do carro – ele deve estar no coração de tudo o que fazemos.” David Nelson, co-head de design da Foster + Partners

 

A concepção prevê ruas inteligentes em que a automóveis, casas e ruas estão todos conectados. Os carros são recarregados através de energia renovável das casas ou das pessoas ou das ruas.

nissan e foster partners 2

Carros poderão, de forma autônoma, serem conduzidos para recarga na rua, enquanto seus proprietários dormem à noite. (Crédito: Nissan e Foster + Partners)

 

Nessa concepção da Nissan e da Foster + Partners, o carro em si é visto como um hub de energia, capaz de alimentar a energia de volta para casas, edifícios, outros veículos ou dispositivos. O uso dos carros para armazenamento de energia, juntamente com a capacidade de armazenamento de energia nas casas, ajudaria a minimizar a quantidade de energia renovável que seria perdida.

nissan e foster partners 4

Espera-se que os postos de combustível e parques de estacionamento sejam substituídos por áreas verdes. (Crédito: Nissan e Foster + Partners)

 

As duas empresas imaginam um mundo em que a energia limpa é tão abundante que se torna um recurso compartilhado gratuitamente nas cidades.

O vídeo abaixo mostra o conceito.

Fontes: NissanFoster + Partners

 

Deixe seus comentários abaixo


Redação O Futuro das Coisas
Redação O Futuro das Coisas

O Futuro das Coisas é dedicado a trazer conteúdo exclusivo em inovação, tecnologia, educação e medicina numa linguagem divertida e acessível.

Comments

  1. Boa Tarde
    Curti demais o seu ponto de vista.
    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *