Sociedade 5.0: um roadmap para os empreendedores de hoje


06 fev 2019

O Japão ainda sofre as consequências do colapso da bolha financeira e imobiliária do início da década de 90. A sua “Década Perdida” de estagnação econômica, na realidade, foram duas. Agora, o país concentra todos os esforços na transformação mais radical que o mundo já viu.

A iniciativa Society 5.0 (Sociedade 5.0) é um esforço para criar um novo contrato social e modelo econômico que incorpore as inovações tecnológicas da quarta revolução industrial em toda a sua sociedade.

O Japão adota a perspectiva de que futuros desenvolvimentos tecnológicos afetarão todos os aspectos da vida cotidiana, não apenas os negócios.

O termo Sociedade 5.0 refere-se ao quinto passo na evolução da civilização humana, começando pela sociedade formada pelos primeiros caçadores-coletores, seguindo a sociedade agrícola, depois a sociedade industrial marcada pelos bens produzidos em massa e a nossa atual sociedade da informação.

Evolução da sociedade até a Society 5.0 (Fonte: Keidanren)

 

O país quer criar, em suas próprias palavras, uma sociedade “superinteligente” e que sirva como referência para o resto do mundo. O seu primeiro-ministro, Shinzo Abe, na feira de computação CeBIT 2017 em Hannover, na Alemanha, a descreveu como sendo uma sociedade futura que se beneficia da tecnologia para seu avanço econômico e resolução de seus problemas.

Por que o Japão está na liderança?

A Society 5.0 aborda vários pilares vistos como fundamentais: infraestrutura, tecnologia financeira, saúde, logística e, Inteligência Artificial (IA). Os mercados que estão sendo desenvolvidos no Japão são impressionantes. Na robótica, eles preveem investir US$ 87 bilhões, e o mercado de Internet das Coisas (IoT) deve atingir US$ 6 bilhões em 2019.

Além dos US$ 1,44 bilhão do governo para financiamento em IA, a Innovation Network Corporation of Japan está se reorganizando para focar em IA e Big Data. Eles projetam crescer para US$ 4 bilhões e operar pelo menos até 2034. Assim como na Grã-Bretanha e na França, o governo faz questão de se unir ao setor privado.

Juntamente com a parceria governamental e privada, a Society 5.0 usa IA para resolver problemas que continuam atormentando a sociedade, como as armadilhas de uma população envelhecida e a poluição.

O objetivo é criar uma sociedade centrada no ser humano. Na visão deles, tecnologias e inovações precisam ser aproveitadas para ajudar no avanço dos seres humanos, e não para substituí-los.

Países como o Japão avançam também nesse sentido: o governo britânico, em abril passado, anunciou que havia estruturado “um acordo em IA de mais de £1 bilhão” em financiamento público e privado.

A França também aposta na IA. Ano passado, o presidente Emmanuel Macron anunciou um plano de US$ 1,6 bilhão para financiar novos centros de pesquisa e iniciativas de compartilhamento de dados.

As 4 grandes indústrias na abordagem da Sociedade 5.0

Cuidados com a saúde

A sociedade japonesa tem mais pessoas acima de 60 anos do que o resto do mundo. Até 2050, estima-se que um terço de sua população terá 65 anos ou mais.

É preciso melhorar os cuidados com a saúde, por um período de tempo mais longo, uma vez que as pessoas estão vivendo mais tempo.

Tecnólogos e empreendedores estão investindo e desenvolvendo tecnologias cognitivas de inteligência artificial que reduzirão enormemente o tempo necessário para executar tarefas administrativas, permitindo que profissionais de saúde se concentrem mais na prestação de seus serviços. Um relatório sugere que aproximadamente 10% das despesas operacionais do serviço de saúde (NHS) no Reino Unido poderiam ser economizadas com o uso da IA e da automação.

O advento da telemedicina não significa apenas menos visitas a clínicas e hospitais, mas também reduz o tempo e os custos de transporte necessários para ter um atendimento médico. Isso gera benefícios inestimáveis ​​para idosos e pessoas com problemas de mobilidade.

Mobilidade

Com sistemas avançados de assistência ao motorista (ADAS), os veículos autônomos estão facilitando a locomoção fora de nossas casas. A sociedade terá mais segurança, menor custo e otimização do tempo com a próxima geração de veículos pessoais e opções de transporte público.

Infraestrutura

A IA e outras tecnologias, como robôs, drones, sensores e IoT podem ajudar a resolver problemas em ruas e estradas. Por exemplo, o investimento em carros autônomos pode gerar ainda mais dados. Tecnólogos e empreendedores terão uma vantagem sem precedentes em alavancar esses dados para prever coisas como a necessidades de melhorias de infraestrutura, como pontes e estradas usadas pelos veículos autônomos.

Fintech

Blockchain é uma solução que promove segurança, transparência e prevenção de fraudes na sociedade. A IA cognitiva está produzindo resultados para os objetivos da Society 5.0; seja uma sociedade sem dinheiro ou focada no consumidor. Os assistentes de IA por comando de voz oferecem suporte e praticidade ao consumidor. Essa integração omni-channel colabora para que os serviços bancários evoluam em torno das necessidades dos clientes. Com essa evolução, veremos cada menos bancos físicos.

* * *

O Japão está trabalhando para se tornar o primeiro país a enfrentar e resolver os problemas mais desafiadores que a sociedade enfrenta no século XXI.

Outros países podem tê-lo como referência, para não correrem o risco de tornarem-se apenas um vestígio do passado tecnológico.

Fonte: Semiconductor Engineering

Crédito da imagem da capa: Governo do Japão.

Deixe seus comentários abaixo


Redação O Futuro das Coisas
Redação O Futuro das Coisas

O Futuro das Coisas é dedicado a trazer conteúdo exclusivo em inovação, tecnologia, educação e medicina numa linguagem divertida e acessível.

Pin It on Pinterest

Share This