Um app para criar conteúdos em Realidade Virtual e Realidade Aumentada sem precisar saber programar


05 fev 2016

A Realidade Virtual tem um futuro promissor. Espera-se que ela crie uma audiência massiva ao longo dos próximos anos e, com isso, aumenta a demanda por conteúdo. Como vimos nesse post, surgem novas possibilidades para produtoras, editoras, desenvolvedores, etc.

Hoje, não há nenhum sistema operacional que tenha monopólio sobre essa tecnologia. Oculus Rift, Magic Leap e Google Cardboard trabalham separadamente e não estão unificados em uma única plataforma – semelhante ao Android ou iOS.

Essa é a oportunidade que a WakingApp espera agarrar. A startup sediada em Israel, e que recentemente recebeu US$ 4,3 milhões em financiamento, está lançando um software que permite que qualquer pessoa crie conteúdo em Realidade Virtual (RV) e Realidade Aumentada (RA), mesmo que ela nunca tenha escrito uma única linha de código.

Alon Melchner, fundador dessa startup espera que qualquer um possa criar diversos tipos de conteúdo, como jogos, sem ter aprendido a programar.

O que é o app

Screenshot from WakingApp's Magical VR Christmas experience, now available on ENTiTi Viewer for iPhone and Android. (PRNewsFoto/WakingApp)Exemplo do aplicativo (Cortesia: PR Newswire)

 

O WakingApp é uma aplicativo para desktop, tanto para PC e Mac, que você pode baixar e usar livremente. Ele funciona de forma semelhante a softwares conhecidos como o PowerPoint e o Photoshop. Você pode fazer o upload de arquivos do seu computador, como arquivos de áudio e vídeo, e brincar com as ferramentas incorporadas para criar uma experiência em RV, conforme a sua imaginação.

Para Alon, esse app elimina as dores de cabeça da tecnologia. Basta fazer o upload, arrastar, soltar, salvar, e publicar. O conteúdo após publicado fica ao vivo em poucos segundos e é transferível para todas as principais plataformas em uso atualmente.

O empresário chama a atenção para o fato de que cada empresa RV tem o seu próprio mercado para conteúdo e os desenvolvedores precisam passar vários meses aprendendo os parâmetros de cada um desses mercados se eles desejam desenvolver aplicativos para eles. Segundo Alon, o WakingApp resolve este problema. A maioria dos dispositivos, incluindo o Oculus e o Cardboard são suportados, e outros serão adicionados em breve.

Como surgiu a ideia

WakingApp 1(Crédito: WakingApp)

 

Alon é um empreendedor digital que começou sua própria agência em 1996, quando o marketing digital ainda estava incipiente. A ideia de construir essa tecnologia imersiva veio de um enorme desejo de entreter o seu filho mais novo. Ele queria escrever livros para o seu filho.

Então, cerca de 4 anos atrás, criou um livro físico infantil com imagens e histórias. Mas não ficou satisfeito. Queria tornar o livro mais original e envolvente. Foi então que ele então contratou dois programadores e a equipe começou a codificar soluções em Realidade Aumentada, criando vários livros e jogos infantis que podiam ser desfrutados tanto em forma digital quanto física.

A partir daí, a startup cresceu a tal ponto que a equipe compreendeu que a sua tecnologia poderia ser usada também em outras aplicações.

Novos avanços

Alon está confiante sobre o futuro de sua startup e informa que a última rodada de financiamento será usada para dimensionar o novo aplicativo.

O software já é gratuito para download, uso e curadoria de conteúdo. A monetização virá numa fase seguinte, e irá girar em torno de anúncios internos, bem como em apps de compras.

“Queremos que todos criem conteúdo. Eu posso criar dez livros por ano, porém milhões de pessoas podem criar milhões de conteúdos por ano. As possibilidades são infinitas.” Alon Melchner

 

Abaixo, um vídeo tutorial (em Inglês) que explica como usar o WakingApp para Realidade Aumentada:

 

Deixe seus comentários abaixo


Redação O Futuro das Coisas
Redação O Futuro das Coisas

O Futuro das Coisas é dedicado a trazer conteúdo exclusivo em inovação, tecnologia, educação e medicina numa linguagem divertida e acessível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This