Path 2018: tudo sobre os painéis e palestras do Futuro


18 maio 2018

Com seis anos de existência, o Festival Path se tornou um evento referência no Brasil em temas sobre inovação e criatividade. Dessa vez, o festival apresenta também diversos painéis sobre o Futuro, mostrando que essa perspectiva torna-se cada vez mais essencial para carreiras e negócios.

O Futuro das Coisas marcará presença no Festival com a nossa colunista Patrícia Bernal , jornalista, filmmaker e idealizadora do portal IH!Criei, que estará cobrindo alguns painéis e palestras sobre o Futuro. Veja abaixo as 15 palestras e painéis sobre assuntos como o futuro do trabalho, da gastronomia, das cidades, do varejo, inteligência artificial, futuros alternativos, dentre outros temas super relevantes para os dias de hoje.

O Path acontece nos dias 19 e 20 de maio, em São Paulo, em vários pontos do bairro de Pinheiros, entre eles o Instituto Tomie Ohtake, a Fnac e a Escola Britânica de Artes Criativas. Na programação, estão previstas mais de 300 atividades, entre palestras, painéis, shows, mostra de filmes e feiras. Serão mais de 500 horas de conteúdo.

Olha só as 15 palestras e painéis sobre o futuro:

1. O que os cientistas de IA recomendam que você estude?

Inteligência artificial se constrói com ciência e não com magia. Em uma compilação de estudos e papers, três especialistas irão apresentar os reais avanços da Inteligência Artificial na Academia, esclarecendo qualquer mito que essa tecnologia acabará com o nosso mundo. São eles: William Colen, engenheiro de software especializado em inteligência artificial aplicada ao processamento de linguagem natural e líder de P&D na Stilingue Inteligência Artificial, Ana Cláudia Zandavalle, gerente de Produto na Stilingue e Milton Stiilpen Jr., co-fundador e CTO da Stilingue, vão apresentar os reais avanços da Inteligência Artificial na Academia.

Data, horário e local: 19/Maio – 09:30 às 10:30h – Ballroom 2.

 

2. Futuros alternativos, em qual podemos acreditar?

O futuro virou conteúdo, cursos espalhados pelo mundo desenham cenários alternativos de futuro baseado em modelos preditivos e visões de especialistas, mas afinal em quais desses modelos podemos acreditar?! Empresas de tendências traçam cenários de futuros possíveis, mas qual a diferença disso para as atuais escolas de futurismo? Nesse debate com Jacques Barcia, futurista profissional, escritor, jornalista e um dos fundadores do Futuring.Today, Vanessa Mathias, consultora de tendências futuras e inovação e Demétrio Teodorov,  futurista, eles explicam como esses cenários de futuro são traçados, e quais devemos acompanhar para entender os próximos movimentos sociais, tecnológicos e de mercado.

Data, horário e local: 19/Maio – 10:45 às 11:45h – Ballroom 4.

 

3. OFICINA: Realidades múltiplas: o futuro do VR a AR!

Facebook, Apple, Google, entre outros, estudam e produzem insanamente o uso de Realidade Virtual e Aumentada no nosso dia-a-dia. Mas quais são as coisas mais legais? Como isso vai afetar a sociedade? Nesse workshop, Rodrigo Terra, especialista em narrativas transmidiáticas e sócio-fundador e COO da ARVORE Experiências Imersivas vai demonstrar essas tecnologias e suas aplicações, gerando uma experiência real nesse mundo virtual.

Data, horário e local: 19/Maio – 10:45 às 12:45h – EBAC, Escola Britânica de Artes Criativas.

 

4. Como fazer mais do que 10% na saúde? O futuro da medicina em tempos de big data e inteligência artificial

A quantidade de dados relacionados à saúde tem aumentado exponencialmente. A palestra de Mariana Perroni abordará como o Big Data e a Inteligência Artificial podem ajudar médicos, pacientes e salvar vidas. Mariana é médica intensivista e coordenadora Médica da área de Healthcare Transformation na IBM.

Data, horário e local: 19/Maio – 12:00 às 13:00h – EBAC, Escola Britânica de Artes Criativas.

 

5. Blockchain e Impacto Social: Descentralização, colaboração e transparência por um mundo melhor.

A tecnologia blockchain vai muito além das criptomoedas, abrindo uma nova dimensão ao dar escalabilidade global à confiança entre as pessoas, viabilizando novas formas de trocas e colaboração, sendo aplicável a todos os setores. A descentralização, por si só, já aumenta o poder de cada indivíduo como agente de transformação e o campo de possibilidades para novas ferramentas sociais, econômicas e políticas é praticamente infinito. Marco Konopacki, Doutorando em Ciência Política, Daniela Braun, jornalista e diretora de Tecnologia da Weber Shandwick Brasil, Pedro Paulo Lins e Silva, co-fundador do Instituto Guardiões da Floresta e co-fundador e Co-CEO da Welight e André Salem, co-Founder da Blockforce, Diretor de Inovação e Blockchain na Welight, mentor da ConsenSys no BSIC e professor na Blockchain Academy, vão explicar porque a hora é essa e como aproveitar esta onda para criar soluções que produzam o máximo de impacto positivo para a humanidade.

Data, horário e local: 19/Maio – 13:45 às 14:45h – CCRV, Centro Cultural Rio Verde.

 

6. Cidades cognitivas, as cidades do futuro

Entramos na era dos dados e das tecnologias cognitivas, o que nos traz um mundo de oportunidades nas mais diferentes áreas. Mas por que é importante para a humanidade viver em uma cidade cognitiva? Quais benefícios e riscos a combinação de tecnologia e desenvolvimento urbano pode trazer? Como viver e construir cidades baseadas em tecnologias cognitivas mantendo o humano como elemento central das relações? Daniel Merege, CEO e fundador da CityTech, Stella Hiroki, doutoranda, consultora e palestrante sobre Cidades Inteligentes e participação da Mulher na Tecnologia e Victor Vicente, coordenador de comunicação do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS Rio), irão responder estas questões.

Data, horário e local: 19/Maio – 15:45 às 16:45h – CCRV, Centro Cultural Rio Verde.

 

7. O futuro do trabalho com “Labor Clouds” e “Marketplaces”

A maneira mais fácil de definir as labor clouds é através de uma rede de talentos com curadoria. Essencialmente, é uma ferramenta que organiza um grupo de pessoas em um único sistema que pode facilitar o engajamento, o pagamento, o relatório, o despacho e outras atividades burocráticas que envolvem seus trabalho. Esta discussão trata sobre o futuro do trabalho e como podemos nos beneficiar no curto e longo prazo com estas tecnologias. Com Maytê Carvalho, CEO & Founder da plataforma Beleza de Farmácia e da b.pass, Robson Del Fiol, fundador da Startup Adtrade e Daniel Tutida, responsável pelo marketing & finanças na EUNERD.

Data, horário e local: 19/Maio – 17:30 às 18:30h – CCRV, Centro Cultural Rio Verde.

8. 10 coisas sobre um futuro inundado de dados

Ricardo Cappra trás para essa palestra as 10 coisas que ele e seu time de cientistas estão estudando sobre o futuro de uma sociedade cercada por tecnologia e dados, com o objetivo de ir além do que está sendo feito no mercado, visitando experimentos e estudos de novas práticas analíticas que vão impactar a vida profissional – e pessoal – de todos daqui pra frente. Ricardo é cientista de dados especialista em business analytics e Cientista-chefe na Cappra Data Science e do laboratório de big data Mission Control.

Data, horário e local: 19/Maio – 18:15 às 19:15h – Ginásio ACM.

 

9. Advogadxs do futuro

Como as mudanças trazidas (e prometidas) pelo uso da tecnologia no direito impactarão as profissões jurídicas nos próximos anos? Além de compreender e lidar com novas ferramentas tecnológicas, as consequências das inovações em nosso dia-a-dia exigem que advogados quebrem paradigmas tradicionais e se entendam como agentes flexíveis e agregadores de conhecimento, colocando de lado velhas fórmulas repetidas sem questionamento. Painel com Adriana Vojvodic, advogada, pesquisadora e empreendedora, Isabela Guimarães Del Monde, advogada, sócia fundadora do Tini e Guimarães Advogados e cofundadora e integrante gestora da DeFEMde – Rede Feminista de Juristas, e Gabriel Senra, advogado e fundador e CEO da Linte, e um dos responsáveis por trazer para o Brasil a comunidade internacional LegalHackers.

Data, horário e local: 20/Maio – 10:00 às 11:00h – Ballroom 1.

 

10. Sci-fi: O “Black Mirror” do dia-a-dia

Você já olhou para uma tecnologia e pensou: “Isso é muito Black Mirror”? Sim, a ficção científica está presente em nossas vidas, mas, como ela pode ser utilizada para modificar a forma como pensamos novas tecnologias e causar mudança real de comportamento na sociedade. Essa palestra será conduzida pelos parceiros do O Futuro das Coisas: Bruno Macedo, futurista experiencial e co-fundador da Rito, Paulo Renan Lessa, publicitário, empreendedor e co-fundador da Rito e Catarina Papa, mentora de startups no Brasil e em Israel e expert em Tecnologia da Informação, Ciências do Consumo, Economia. TIP Faculty – Transdiciplinary Innovation Program – Hebrew University. Eles prometem fazer os participantes sentirem na pele a diferença entre ouvir sobre o futuro e sentir o futuro.

Data, horário e local: 20/Maio – 10:45 às 11:45h – CCRV, Centro Cultural Rio Verde.

 

11. O futuro será impresso

Estamos vivenciando tecnologias capazes de “imprimir” praticamente tudo, inclusive casas. Nessa palestra vamos conhecer uma iniciativa brasileira que está transformando o mercado de construção. Aos 24 anos de idade, Anielle Guedes já realizou um documentário sobre educação alternativa e criou uma empresa cujo propósito é oferecer uma opção viável para o problema da falta de moradia. A startup Urban3D tem como missão desenvolver materiais e tecnologias para tornar a construção de casas mais rápida — e barata.

Data, horário e local: 20/Maio – 11:15 às 12:15h – Teatro Instituto Tomie Ohtake.

 

12. O futuro da comida: o que pode mudar radicalmente a produção de alimentos

As projeções indicam que a população mundial deve ultrapassar a marca de 11 bilhões de pessoas até 2100. Isso demonstra a necessidade de um novo salto na produtividade das fazendas e da indústria de alimentos. A questão é que isso não poderá ser feito a qualquer custo – a sustentabilidade e a alimentação saudável, por exemplo, são reinvindicações de um novo tipo de consumidor, mais exigente e preocupado com questões sociais e ambientais. O MIT, por exemplo, já desenvolveu um “computador da comida”. Alexandre Canatella, CEO e Co-Fundador de CyberCook, Liza Schefer, gerente de Marketing e Produtos na Jasmine Alimentos e Percival Lucena, cientista da computação que atua como pesquisador no Laboratório da IBM Brasil e Romualdo Venâncio, jornalista e sócio-proprietário da Venâncio Comunicação, irão falar sobre como produzir mais e de modo sustentável.

Data, horário e local: 20/Maio – 15:00 às 16:00h – CCRV, Centro Cultural Rio Verde.

 

13. Há espaço pra todo mundo no futuro?

“O futuro é melhor do que você imagina” – esse é o subtítulo de um dos livros que tornou-se a bíblia do futuro. Parece que as novas tecnologias irão resolver todos os problemas que temos em sociedade hoje. Para alguns desses problemas, isto é verdade. Mas quando lhe damos com dilemas morais e éticos, será que a tecnologia realmente ajudará? A tecnologia tem aumentado a desigualdade social e supõe-se uma desigualdade genética em algumas décadas. Diante desse novo mundo, surge a inquietação: haverá espaço para todos nós? Painel com  Lidia Zuin, jornalista, mestre em semiótica, doutoranda em artes visuais, colunista do O Futuro das Coisas e pesquisadora da Envisioning, Monique Evelle, reconhecida pela Forbes como “30 under 30”, idealizadora de diferentes negócios da comunicação, educação e empreendedorismo sustentável, Silvana Bahia, diretora do Olabi e coordenadora da PretaLab, além Lucas Santana, responsável pela área de marketing da Evelle Consultoria e sócio da Kumasi.

Data, horário e local: 20/Maio – 15:45 às 16:45h – Ballroom 2.

14. O varejo do futuro: como a tecnologia vai influenciar o consumo de moda no Brasil.

O Brasil saltou do mundo offline para uma adoção de smartphones surpreendentemente alta nos últimos anos. Como consequência disso, as compras por celular crescem exponencialmente entre uma audiência jovem e hiperconectada de 120 milhões de internautas no país. Dominique Oliver, CEO e fundador da AMARO, irá falar sobre o futuro do varejo; uma experiência de compra híbrida entre online e offline. O executivo também apresenta a importância da análise de dados para otimizar a produção e prever.

Data, horário e local: 20/Maio – 18:15 às 19:15h – EBAC, Escola Britânica de Artes Criativas.

 

15. De Blade Runner a Westworld: o humanismo da Inteligência Artificial

Diversas versões de futuro têm sido projetadas. Em todas, um embate entre humanidade e artificialidade. Robôs humanizados, humanos robotizados. Quais as consequências? A forma que nos relacionamos, sentimos, trabalhamos e criamos nos próximos anos será moldada pela simbiose entre homem e máquina. Numa mistura de sociologia, design e cultura pop, uma reflexão provocativa do que você precisa saber para viver melhor neste futuro que já começou. Fábio Mariano Borges, Doutor e Mestre em Sociologia do Consumo e Danilo Cid, designer e sócio da Ana Couto, vão falar do que está por vir. Modo humano: ativar.

Data, horário e local: 20/Maio – 18:15 às 19:15h – Ballroom 4.

 

Mais informações e inscrições para o Festival Path aqui.

Deixe seus comentários abaixo


Redação O Futuro das Coisas
Redação O Futuro das Coisas

O Futuro das Coisas é dedicado a trazer conteúdo exclusivo em inovação, tecnologia, educação e medicina numa linguagem divertida e acessível.

Pin It on Pinterest

Share This