O que aconteceu de melhor no Friends of Tomorrow Conference


17 set 2017

Impacto positivo. Esse foi o sentimento que tivemos ao participar do Friends of Tomorrow Conference (FOT).

A conferência, organizada pela Aerolito, aconteceu no mês passado em São Paulo, foi um dos principais eventos relacionados ao futurismo, empreendedorismo e tecnologias emergentes no Brasil este ano.

O FOT reuniu representantes de várias áreas – desde estudos de futuro, passando pela cultura maker até os avanços da medicina, pesquisa e viagem espacial – como também juntou boa parte da comunidade futurista do país, da primeira geração aos recém chegados. Toda essa comunidade reunida trouxe um clima muito familiar, com muitas conexões, troca de ideias e inspiração.

Fizemos um resumo do que teve de melhor em cada palestra.

Mariana Perroni

Especialista em Medicina – IBM Watson

Mariana Perroni  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Mariana apresentou o IBM Watson – inteligência artificial da IBM – e suas aplicações na área da saúde. No Brasil, o Watson é utilizado pelo setor de Oncologia do Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre. Como a quantidade de dados produzidos cresce em ritmo exponencial, e a maior parte desses dados é desestruturada, a computação cognitiva é capaz de gerar insights a partir deste volume de dados auxiliando médicos no tratamento de pacientes. Mariana trouxe um poderoso insight: no futuro, além de doadores de órgãos, poderemos ser doadores de dados.

Pedro Vilanova

Co-fundador – Operação Serenata de Amor

Pedro Vilanova  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Corrupção é um assunto recorrente quando se fala de Brasil, o que acaba afastando as pessoas da política. Ao mesmo tempo, o Brasil é um dos países mais transparentes do mundo no que se refere à disponibilização de dados referentes ao governo. Pedro apresentou a Operação Serenata de Amor – projeto que usa a inteligência artificial para identificar solicitações de reembolso de gastos por parte de deputados os quais estejam fora do padrão. Além da inteligência artificial, o projeto conta com a Rosie (@RosiedaSerenata) – um perfil no Twitter que informa instantaneamente os gastos suspeitos identificados.

Silvana Bahia

Diretora de Projetos – Olabi & Preta Lab

Sil Bahia  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

O mundo da tecnologia é pouco diverso e a Silvana Bahia apresentou alguns dados importantes sobre o assunto, como por exemplo: apenas 4% das startups são comandadas por mulheres negras; As mulheres compõem somente 16% dos cursos relacionados a computação e tecnologia; Em 120 anos, somente 10 mulheres negras foram formadas pela Politécnica da USP.  Para mudar esse contexto, Sil apresentou o Preta Lab, iniciativa que busca mapear e incentivar a participação de mulheres negras no setor de tecnologia no Brasil.

Diogo Tolezano

Co-fundador – Pluvi.On

Diogo Tolezano  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Um dos fundadores do Pluvi.On, startup que desenvolve pluviômetros inteligentes, Diogo usou a linguagem dos games para mostrar como existem oportunidades para se engajar na solução dos grandes desafios globais. Mostrando os desafios globais na visão da Singularity e as Metas Para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, ele mostrou que há vários problemas que podem ser atacados por cada um de nós. Diogo também anunciou a liberação do passo-a-passo para a construção de um Pluvi.On, tornando a iniciativa Open Source.

Bibop Gresta

Chairman – Hyperloop TT

Bibop Gresta  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Bibop trouxe sua visão sobre mobilidade urbana, apontando os impactos que uma tecnologia como o Hyperloop pode gerar. “Queremos transformar o mundo em uma cidade” disse ele, ao ser possível ligar algumas das principais capitais do mundo como São Paulo – Rio de Janeiro, Lisboa – Porto, São Francisco – Los Angeles, Boston – Nova York. Com o Hyperloop, uma viagem do Rio de Janeiro à São Paulo duraria cerca de 30 minutos. Bibop colocou que podemos criar novas formas de ver o mundo diminuindo as distâncias e aumentando a interação em lugares distantes. Ele também apresentou a Hyperloop TT, iniciativa que visa materializar o conceito do trem de alta velocidade Hyperloop, apresentado em white paper por Elon Musk em 2013. Também destacou o caráter colaborativo da iniciativa com diversos colaboradores espalhados ao redor do mundo.

Jacques Barcia

Futurista – Futuring.Today

Jacques Barcia  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Boas previsões para o futuro soam absurdas. Usando trechos de contos de ficção e apresentando referências sobre o assunto, Jacques Barcia mostrou como a ficção científica é uma ferramenta importante para que tenhamos visões de futuro para além daquilo que o presente nos mostra. Jacques também convidou os presentes a perguntarem “E se…?”: a simples, e poderosa, combinação dessas palavras é o primeiro passo para que usemos a nossa imaginação e tenhamos em mente coisas que podem ser o nosso futuro.

David Harris

Research Director – Institute For The Future

David Harris  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Apesar de o Institute For The Future (IFTF) estar localizado em Palo Alto, na Califórnia, David Harris instigou o público a refletir sobre como algumas inovações importantes, especialmente na área da política, surgem em outros lugares que não o Vale do Silício. Dentro do talk, David demonstrou alguns artefatos de futuros e possíveis cenários criados dentro do IFTF e também apresentou o toolkit para construção de futuros relacionados à política do Institute For The Future.

Paola Santana

Co-fundadora – Matternet

Paola Santana  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Dominicana e advogada de formação, Paola mostrou a importância da iniciativa dos cidadãos como motor para resolver problemas de populações mais necessitadas. Ela mostrou como a Matternet facilita a entrega de alimentos e medicamentos para populações carentes em área de difícil acesso, usando drones. Paola também apresentou o Social Glass, seu novo projeto voltado para a transparência do poder público.

Edgard Morya

Diretor de pesquisa – Instituto Santos Dumont

Edgard Morya  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Cientista integrante da equipe de Miguel Nicolelis, Edgar apresentou as pesquisas de interface cérebro-máquina do Instituto Santos Dumont, em Macaíba, Rio Grande do Norte. Vale destacar o projeto Andar de Novo que utiliza interfaces cérebro-máquina para uso clínico em reabilitação motora de pessoas com paralisia causada por danos neurológicos. Ficou visível a humildade e dedicação do Edgard e toda a equipe do instituto em desenvolver tecnologia de alto padrão no Brasil, e mais do que isso fomentar esse conhecimento dentro de projetos de educação científica como o Cientistas do Futuro, que busca fornecer conhecimento científico para estudantes do ensino médio sobre interface cérebro máquina, neurobiologia, entre outros. Vale destacar que alguns jovens que passaram por essa iniciativa já publicaram papers em jornais científicos. Uma reflexão importante sua foi “como a escola é o único lugar onde a teoria é ensinada antes da prática”.

Amrit Dhir

Global Operations Manager – Google

Amrit Dhir  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Gestor de operações globais da Alphabet, empresa-mãe do Google, Amrit Dhir falou de como a humanidade ambiciona avançar se valendo da tecnologia, ressaltando a importância da colaboração e do espírito de fazer sem medo de errar. Amrit apresentou projetos da Google e, dentre eles, falou do Campus, projeto no qual a empresa disponibiliza espaços de trabalho abertos à comunidade em diversas cidades do mundo, dentre elas São Paulo.

Dr. Yvonne Caggle

Astronauta – NASA

Yvonne Caggle  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Encerrando o dia de palestras, a astronauta da NASA falou da preparação dos astronautas para missões espaciais: equipamentos, materiais e rotinas dos quais as equipes espaciais tiram proveito. Além disso, Yvonne também refletiu sobre como temos questões importantes entre nós humanos a serem resolvidas antes de nos preocuparmos com a possibilidade de encontrar vida fora da Terra.

Tiago Mattos

Futurista & Co-fundador – Aerolito

Tiago Mattos  (Cortesia da imagem: Aerolito)

 

Mestre de cerimônias do evento, Tiago Mattos fez mini-apresentações no intervalo das palestras onde abordou o futuro do trabalho e a visão da Aerolito sobre como as empresas devem agir para se adaptarem aos novos tempos. Apresentando o caso de Frederic Tudor, o homem que inventou a conservação de alimentos através do gelo, derrubando o mercado global de especiarias, Tiago lembrou que a verdadeira disrupção não vem de um concorrente direto, mas de fora da nossa indústria de atuação. Portanto, o nosso olhar para a sobrevivência dos negócios deve ir para além da indústria de atuação de nossas empresas.

Um dia para ficar na memória

Conhecer quem são os inovadores do nosso tempo e que eles vem fazendo de bom para o mundo foi muito interessante. Desafios que enfrentamos como o combate à corrupção, mobilidade urbana, doenças crônicas, desigualdade na tecnologia, riscos de alagamento entre outras questões importantes foram abordadas na FOT, inclusive com um talk inspirador de uma astronauta falando sobre quais são os desafios da espécie humana para habitar outros planetas.

A Friends of Tomorrow Conference foi uma incrível oportunidade para perceber o potencial criador que uma comunidade pode ter, olhando sempre para o impacto positivo que acelera futuros desejáveis.

Deixe seus comentários abaixo


Bruno Macedo, Paulo Renan e Edu Azeredo
Bruno Macedo, Paulo Renan e Edu Azeredo

BRUNO MACEDO: Arquiteto de experiências de futuro na F.E.X, empreendedor da DogFactor, pesquisador, game-designer e principalmente um curioso nato que estuda desde neurociência à gamificação. Tudo o que faz procura alinhar 3 coisas: Empatia, Subversão e Diversão.

PAULO RENAN: Publicitário e designer. Estudou e trabalhou mais de 10 anos como diretor de arte e designer em diversas empresas. Empreendedor, co-fundador e Experience Designer na F.E.X fundou também outras 3 iniciativas, nos mercados da moda, esporte e design. Estudante de artes, futurismo, criatividade e biomimética, hoje concentra suas habilidades na construção de experiências buscando processos alternativos para a aprendizagem de forma imersiva e ativa.

EDU AZEREDO: Consultor de negócios, gestor de projetos e pesquisador formado em Relações Internacionais. Procura entender o que há de desejável na próxima esquina do futuro para que seja acelerado e o que há de indesejável para criticar com ironia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This