O Não Tempo


25 abr 2018

Era uma vez

Em um mundo distante

Um planeta sem tempo

Uma espécie brilhante

 

Lá não existia passado

Ainda que um dia existiu

Também não se mirava o futuro

Ainda que se plantava seus frutos

 

Foi uma mudança no DNA

Uma evolução da espécie a inovar

E de repente com a extinção do tempo

O registro do que se foi era leve

Não se podia mais avaliar

 

Se fazia mais distante do que real

Uma coleção de experiências

Agrupadas na enciclopédia universal

Simples em sua comedida relevância

E periférico, já não era mais o principal

 

Gravado no cromossomo biológico

Como um adereço, um relógio

A se usar e apreciar

Mas já não era necessário o escutar

 

Uma certa aceitação, afinal

Tão separado já estava do emocional

Era passado e não se tocava

E com o futuro ele ficava

Em outros planos, distintos de morada

 

E assim, somente o presente bastava

E o foco, a cada respiração

E o agora, em toda sua concentração

Nada mais importa – nessa dimensão

 

Crédito da imagem da capa: Matteo Pontonutti (ponti55)

Deixe seus comentários abaixo


Nathalia Viana
Nathalia Viana

Nathalia Viana é pesquisadora de tendências, pesquisando novos movimentos comportamentais que se tornam “moda” e é praticado por uma crescente massa de pessoas. Com 8 anos de experiência na área, trabalhando para diversos segmentos e grandes empresas, ela traz esse background de informações para escrever em forma de versos a história que vem descobrindo sobre as novas tendências não materiais da humanidade. Nathália é também idealizadora do Download do Futuro onde lá observa como o novo mundo está sendo reconstruído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This